Vouzela,  13 de Dezembro de 2018 | Director: Lino Vinhal

Vantagens da compra de carros novos e usados pela Internet

12 de Julho 2018

Você sabia que é possível comprar um carro – novo ou usado – sem sair de casa? A crescente tendência de digitalização agora te permite adquirir um novo veículo por meio da Internet. Trata-se de um modo muito mais fácil e simples de realizar a troca do seu veículo.

Há aplicativos de celular – como o iCarro – e sites especializados que não apenas vendem carros usados e/ou seminovos como também permitem lances em leilões de veículos, tais como o carsontheweb. Há também os famosos sites de vendas, onde se pode comprar e vender qualquer coisa, inclusive carros.

Como qualquer outro negócio – seja no mundo real ou no virtual – este também apresenta suas vantagens e desvantagens em relação a compra em lojas físicas, e que devem ser pesadas antes da tomada de decisão.

Vantagens

Comodidade

É óbvio que realizar uma compra do conforto de sua casa acaba tornando sua vida muito mais fácil, e fica claro que no caso de um carro, esse aspecto se torna mais evidente por se tratar de um objeto durável e de grandes proporções. Isso te retira da obrigação de se dirigir até uma concessionária ou a uma revendedora para adquirir um automóvel.

Facilidade de comparação

A Internet fornece uma nova perspectiva no que se refere a comparar preços e opções. Como se pode ter acesso a inúmeras lojas e vendedores ao mesmo tempo e às condições de cada um, torna-se mais cômodo e menos demorado tomar uma decisão.

Facilidade de Pagamento

A mesma facilidade de escolha e compra também é vista na hora de realizar o pagamento. Como os bancos estão, em sua maioria, digitalizados, permitem que pagamentos sejam realizados de forma quase´imediata. Alguns também oferecem, em seus sites e aplicativos próprios, a opção de financiamento de veículos, novos ou usados.

Desvantagens

Golpes

O preço “a se pagar” por tanta facilidade e comodidade é justamente a propensão a golpes, que se tornam mais comuns devido ao alcance que a Internet tem. Sabemos que o mundo virtual não está livre de pegadinhas e, por isso, a fim de se evitar problemas futuros – tanto financeiros quanto judiciais -, é fundamental tomar algumas precauções ao se realizar uma compra virtual, ainda mais no caso de um bem tão caro quanto um carro:

  • É sempre bom se certificar de realizar a busca e a compra em sites seguros, seja num especializado em veículos ou em um que apenas media as vendas. Se for neste último, procure o máximo possível de informações sobre o vendedor e sobre o veículo à venda. Consulte o CNPJ da empresa escolhida ou os antecedentes do vendedor em questão (reclamações ou possíveis descumprimentos);
  • Desconfie de preços muito abaixo do valor real do veículo. Ou é golpe ou o veículo pode ser fruto de roubo. Tabelas como a Fipe permitem ao consumidor ter acesso ao preço médio de um veículo e que pode servir como base em avaliações e negociações;
  • Peça tantas fotos quantas forem possíveis, não apenas para saber que o veículo realmente existe como para avaliar se é realmente o que   você procura;
  • Se perceber que foi vítima de um golpe ou de algum descumprimento da parte vendedora, recorra aos órgãos de proteção ao consumidor ou, nos casos, mais graves, à polícia.

Informações a considerar na hora da compra

Ao procurar por um veículo usado na Internet, é preciso ter certa cautela e prestar atenção a alguns aspectos.

O primeiro deles é a procedência. Pesquise muito bem sobre o dono do veículo (ou sobre quem está oferecendo o veículo) e procure saber se o objeto teve outros proprietários. Exija o máximo de informações quanto a documentação do carro, não apenas para se certificar de que tudo está de acordo com a lei, mas também para saber se o veículo possui pendências com os órgãos de trânsito, tais como multas e impostos.

O segundo é a conservação do veículo. É bom ter certeza de que tudo está funcionando perfeitamente no carro: motores, freios, travas… Há também que se certificar de que o estofado esteja em bom estado, bem como assentos e pisos. Avalie bem o produto a venda para garantir que se está pagando um preço justo.

O terceiro é a quilometragem e merece atenção especial. Muitos golpistas são capazes de alterar o hodômetro dos veículos de modo a lucrar mais com veículos de maior rodagem. Para não acabar caindo em um golpe, avalie bem o veículo com o intuito de analisar se a quilometragem mostrada corresponde à conservação do mesmo. Se o carro estiver em mau estado e com baixa quilometragem, desconfie e repense a compra.

O importante é, antes de tudo, pesar muito bem se a troca vale a pena e, se sim, buscar as melhores opções disponíveis. Analise bem e leve em conta todas as condições de venda do veículo escolhido.