Vouzela,  20 de Julho de 2019 | Director: Lino Vinhal

No São Barnabé

19 de Junho 2019

É o dia da festa. Dizem os livros que “a capela de São Barnabé é atravessada literalmente a meio pela linha que divide geograficamente as paróquias e as freguesias de Silvares e Alcofra…”. (Lusa)

Diz Ricardo Bordalo: “São Barnabé é santo de “vontades fortes” e foi o próprio que “escolheu” o local da sua capela em plena Serra do Caramulo, entre os concelhos de Vouzela e Tondela, como reza a lenda “e os antigos contavam”.

E como a “vontade dos santos” acaba sempre por se impor, a de São Barnabé levou a que a sua capela fosse erguida onde uma linha invisível separa as paróquias e as freguesias de Alcofra e Silvares, bem como os concelhos de Vouzela e Tondela.

Fustigada por ventos ininterruptos, no topo de um dos mil picos da Serra do Caramulo, a capela de São Barnabé só se torna nítida de muito perto, por ter sido construída, dos alicerces ao telhado, com o mesmo robusto granito que a envolve.

Se os caminhos para São Barnabé são hoje difíceis, apesar dos estradões abertos pelas empresas que exploram as torres eólicas que salpicam os cumes da serra, noutros tempos só os pastores e os mais afoitos chegavam à capela para as festas que a liturgia católica comemora a 11 de Junho.

Mas a culpa não é dos homens, é do próprio São Barnabé porque, como conta à agência Lusa José Ferreira, 72 anos, pastor que guia cabras pelas veredas que ladeiam a capela, “os mais antigos já contavam que existia uma outra capela antes desta, mas mais no fundo da montanha”.

“Só que, sempre que as pessoas das aldeias mais próximas vinham ver o santo, este nunca estava. E quando o procuravam, encontravam-no sempre no mesmo sítio…”, precisamente, lembra este pastor, no local onde está hoje o pequeno templo dedicado a São Barnabé.

Depois desta consulta aos livros, nada como subir ao alto, cumprir as nossas devoções ao santo e, depois, continua a festa, toda a tarde. E muitas capelinhas se espalham à volta e não falta nada.

Não há mãos a medir e se não nos acautelamos, já não vamos sair de lá senão pela noite.

Certo, certo é o agradável convívio, com toda aquela beleza natural a desafiar-nos a ficar mais um pouco.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com