Vouzela,  13 de Dezembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

UCC Lafões

Dia Europeu dos Antibióticos

21 de Novembro 2019

No dia 18 de novembro, comemora-se o dia europeu dos antibióticos, pretendendo assim, sensibilizar a população em geral da importância do uso adequado de antibióticos no tratamento da doença.

Os antibióticos surgiram no século passado, sendo que o primeiro – a penicilina – foi descoberto por Alexander Fleming, em 1928. Revolucionaram a forma de tratar as infeções bacterianas, a principal causa de morte dessa época e também a própria medicina, pois assim passou a estar mais focada em tratar a causa da doença e não apenas os sintomas.

O uso dos antibióticos está apenas indicado em infeções diagnosticadas pelo médico como sendo causadas por bactérias, pois não têm qualquer efeito contra os vírus. Serão por isso, inúteis para tratar a gripe, causada por vírus e não por bactérias!

Os antibióticos, embora sejam cruciais para a saúde pública, podem acarretar complicações quando tomados desnecessariamente ou quando a sua toma é inadequada, não respeitando as indicações do médico.

Garantir o seu bom uso está nas suas mãos. Sabe como?

  • Use-os apenas e só quando receitados pelo médico, não os tome por iniciativa própria nem os peça ao seu farmacêutico sem receita do médico;
  • Tome sempre a dose indicada (segundo prescrição médica), respeitando meticulosamente o horário das tomas;
  • Não interrompa a toma do antibiótico mesmo que se sinta melhor, a infeção pode ainda estar instalada, apesar de os sintomas da doença já estarem atenuados;
  • Tome durante o número de dias indicado pelo seu médico. Faça sempre o tratamento até ao fim;
  • Se sobrar medicamento após o tratamento recomendado (embora a dimensão da maioria das embalagens seja adequada ao número de dias em que é necessário tomar cada antibiótico), não o guarde para outra ocasião – entregue na sua farmácia;
  • Não partilhe antibióticos com outras pessoas – cada caso é um caso!

Se o uso dos antibióticos acontecer sem que haja indicação para tal, é a saúde que fica em risco. Porquê?

  • Pode não ser indicado para a infeção em causa, pelo que não terá efeito e continuará doente;
  • Corre o risco de continuar a transmitir a doença a outras pessoas;
  • Abre-se caminho a um problema de saúde pública que dá pelo nome de resistência bacteriana– usar antibióticos quando não são necessários faz com que as bactérias desenvolvam mecanismos que lhes permitem “neutralizar” o efeito do antibiótico, fazendo que, com o tempo, as infeções fiquem mais difíceis de tratar ou mesmo sem tratamento eficaz.

Os antibióticos são ferramentas fundamentais para a prática da Medicina moderna, mas o seu consumo inapropriado é um dos responsáveis pelo surgimento de bactérias resistentes. Não tome antibióticos sem que estes lhe tenham sido prescritos pelo seu médico e respeite as indicações referentes à toma (principalmente quanto à duração do tratamento).

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com